Home >> Ensinamentos >> Religião

 

PALESTRA REALIZADA NA MIROKU KYOKAI, FILIAL DE ODAWARA - 1948

 

 

Hoje falarei sobre Miroku (567) e conversaremos sobre seu significado. Hakone é 5 (Mi), Atami é 6 (ro) e Odawara é 7 (ku); no entanto a sede de Odawara não é ideal. De qualquer forma existe uma seqüência, e nela, Hakone vem primeiro, seguido de Atami, e portanto Odawara também terá sua vez. Acredito que hoje seja o primeiro passo neste sentido.

Como Odawara se tornará 7, ele deverá ser o maior de todos. Hakone é pequeno, Atami médio e Odawara grande. Foi assim que Deus decidiu e, portanto, basta aguardar o tempo; como não é um plano humano, não é necessário qualquer esforço neste sentido, e portanto é uma situação bastante confortável.

Convém também fazer uma explicação sobre o nome "Goora". "Go", em japonês, é o som usado para expressar o número 5, representa fogo e "ra" representa espiral ou movimento helicoidal; por isto, podemos dizer, que o fogo se espalha em espiral.

Na palavra Atami, o trecho "ata" indica que seja um elemento celeste: por exemplo, em palavras como cabeça (atama) e taka-ama-hara, todas as sílabas estão associadas à vogal "a" e por isto estão associadas ao céu.

 

Céu Mundo Intermediário Terra

|                |               |

A           I U E           O

|                |               |

Fogo        Entre        Água

É assim que funciona o que se conhece por Kototama. Naturalmente este é o estudo de apenas um tipo de kototama.





O "mi" representa a água como em mizu (água), e por isto, em termos de kototama, Atami tem o sentido de "água celestial".

O "da" (“c) de Odawara é composto por um círculo (›) com uma cruz (\). Portanto representa o centro [N.T. como em um alvo]. A cruz (\) representa união entre o vertical e o horizontal; Hakone é vertical e Atami horizontal. O kanji de montanha (ŽR)  está associado ao kanji fogo (‰Ξ), e o kanji de mar (ŠC), à idéia de cruzamento. O próximo passo é realizar o cruzamento formando a cruz. De agora em diante, a cruz (\) no círculo (›) deve começar a se expandir; percebi isso através de um modelo. Por isso, agora, a terra é o principal para que seja possível completar a trilogia fogo-água-terra. Agora é a fase da terra.

Iniciei este empreendimento em 1928 (Era Showa, ano 3), desde então, cada 3 anos muda a atuação de Deus. De 1931 (Era Showa, ano 6) a 1934 (Era Showa, ano 9) atuei por meio de tratamento popular, o tendo iniciado como um estabelecimento comercial. Isso foi em Oomori.

De 1934 (Era Showa, ano 9) a 1940 (Era Showa, ano 15), a ênfase no tratamento diminuiu e passou para a atuação religiosa; isso foi durante a época da Igreja Kannon do Japão. Foi  em Outubro (mês 10) de 1934 (Era Showa, ano 9) que ocorreu um milagre (NT.: provavelmente Ele se refere à foto espiritual do Deus Kannon). Assim que comecei a Igreja Kannon, passei a sofrer perseguição religiosa das autoridades que se preparavam para a guerra, e por isso começavam a impor um controle ideológico. Tudo começou com pressões do Partido Comunista, seguida pela pressão indiscriminada das religiões tradicionais sobre as novas ou mesmo sobre qualquer coisa que parecesse com religião; assim, decidi encerrar as atividades antes que começasse a ser chantageado. Entretanto, mesmo depois de todos estes eventos, o aspecto religioso se manteve. Entre 1934 (Era Showa, ano 9) e 1940 (Era Showa, ano 15) foi um espaço de 6 anos, sobre o qual a fundação do tratamento popular foi construída. Esta etapa se encerrou em  1940 (Era Showa, ano 15). A partir de 1941 (Era Showa, ano 16) foi uma etapa de preparação para a construção; portanto, até 1946 (Era Showa, ano 21), um outro período de 6 anos, foi uma preparação da base. A partir de 1947 (Era Showa, ano 22) é a fase de construir efetivamente os alicerces. Realizaremos o trabalho do alicerce de forma pública. Depois disso é que começará o verdadeiro trabalho.

Atualmente Deus está recluso (6 anos, 6 anos e 6 anos). O mundo astral (yuukai) tem oito direções (yachimata) e ele se tornará a Terra Pura do budismo. 6 anos, 6 anos e 6 anos resulta exatamente em 18 anos.

Os chefes do mundo astral estão ficando amedrontados. Eu fui preso três vezes pela polícia; na primeira vez, foram dez dias. De repente, em algum momento, perceberam  que não tinham nada contra mim. Disseram: "Religiões como a sua precisam ser investigadas para averiguarmos se não existem problemas com relação às mulheres. Além disso, queríamos ver se não havia nada escondido. Mas, curiosamente, parece estar tudo bem". No final foi muito confete por nada e então acabou. Depois disso, ficou muito difícil me concederem empréstimos. Coisas assim ocorreram continuamente por um período de 16 anos e depois melhorou. Este é o caminho que as coisas sempre seguiram.

Esta é a forma de trabalho e, por isso, devemos nos resignar e fazer avançar a Obra Divina que começou no Setsubun (03 de fevereiro) de 1928 (Era Showa, ano 3). O dia do Setsubun tem o significado dec (NT.: está assim no original)

O ano 1943 (Era Showa, ano 18) é o ano de Miroku. Miroku, em termos numéricos, pode ser escrito como 567; na verdade, é como uma insígnia. Vermelho representa fogo; azul água; o kanji 10 (\) é o "da" (“c) de Odawara. Este conhecimento nos dá o poder de saber a verdade sobre as coisas, além de trazer clareza sobre os eventos. Por exemplo, esquerda tem a propriedade de avançar, enquanto direita retroceder. A suástica inversa é quatro e tem a propriedade de unir; o budismo usa a suástica no sentido da direita (™Β) e portanto tem a atuação da Lua, sendo, por isso, material. A suástica no sentido esquerdo é bom, mas Hitler a usou para fazer o mal. Preto é uma cor demoníaca; em sonhos, etc, quando aparecem pessoas escuras elas estão sempre a nos perseguir; o preto representa deuses malignos. A suástica nazista, além disto, está na diagonal, não é verdade?

A suástica vermelha é uma suástica comunista. Antigamente, a Igreja Kannon usava uma suástica inversa dourada, mas devido a pressões diversas, deixamos de usá-la.  Podemos dizer que tinha força; espiritualmente, fazia um laço. A parte "kara" da palavra "karada" (corpo), tem o sentido de casca, algo vazio; como dizemos, o corpo de um falecido são seus restos mortais. Por isto,"kara" é corpo; por outro lado, espírito é vertical. Assim o ser humano se dá pela atividade conjunta do corpo e do espírito.

A palavra l (pessoa - hito ) tem o sentido do espírito ("hi") que parou. É possível perceber daí que até mesmo as palavras e as letras [N.T. da língua japonesa] foram feitas por Deus.

As palavras, na verdade, são como códigos que podem ser decifrados.

O kanji ‰Ξ (fogo), é formado por 5 pontas, e quando conectado, toma a forma do kanji ‘ε (grande) que, por sua vez, representa pictograficamente lŠΤ (ser humano).

O kanji … (água), é formado por 6 pontas e, pictograficamente, tem a forma de um animal.

O número 7 é lido como ƒiƒi (nana), que é próximo de "naru" (tornar-se). O kanji “y (solo - tsuchi ) oculta o kanji Ž΅ (sete - shichi ).

O cristianismo afirma que foram necessários 7 dias para a construção dos Céus e da Terra e por isto, a cada semana, conta 7 dias a partir de domingo. O aspecto "tornar-se" [do número 7], significa planejar uma sequência de ações.

Miroku (567) fica fogo, água e terra. O número 8 tem o sentido de expandir; os números esclarecem muitas coisas. Costuma-se falar em 8 milhões [N.T. de deuses]; considerar literalmente este número seria um exagero. Esta expressão tem o sentido de revelar o número 8. A imagem de Kannon, na verdade, deve ter 1 sun e 8 bu [N.T. sun = 3,03 cm e bu = 3 mm] e Seu templo deve ser construído considerando o comprimento de 18 ken para cada um dos quatros lados [N.T. um ken equivale a 1,818 metro]; ainda, a cada mês, no dia 18, é celebrado Seu aniversário de falecimento. Neste sentido, como todas as coisas seguem este padrão, as atividades de Kannon se tornam explícitas, a ponto de podermos acompanhá-las tal qual um livro que possa ser lido.

O mineral que representa Kannon é o ouro. O Kannon de Asakussa é feito de ouro e mede 1 sun e 8 bu; atualmente Ele está prestes a sair em procissão [onde poderá ser visto]. Antigamente, o Choushouji [N.T. nome do templo que está o Kannon de Asakussa] foi estabelecido na cidade de Asakussa, e apenas uma única vez, foi aberto para visitação. Com a intenção de propiciar um passatempo, o monge responsável destinou um local no templo para comércio e penhor. Meu bisavô teve uma casa de penhor neste local. Chamava-se Musasha Kizaemon e ficou bastante conhecido na região. Até que Kannon chegou tal qual uma criança adotada, eu tive uma ama de leite neste templo, e foi assim que tudo começou. Foi uma sorte muito grande que tudo tenha tido início nesse local.

O ouro representa o Japão; dizemos que o Japão é o país de ouro e Kannon é um buda japonês. Amida e Sakyamuni têm o cabelo crespo. Os Daibutsu são feitos de bronze e, como ficam ao ar livre, estão expostos a intempéries; Kannon, por outro lado, fica protegido na parte interna de um templo. São realmente coisas surpreendentes.   

 

 

Anotação taquigráfica, não-publicado, 1948

Traduzido pela equipe do Jinsai.org

Copyright (C) 2014 www.jinsai.org Este documento é uma tradução livre: você pode distribuí-lo ou modificá-lo nos termos da GNU Free Documentation License publicado pela Free Software Foundation. Este documento é distribuído com a intenção de ser útil mas SEM QUALQUER GARANTIA; sem mesmo a garantia implícita de fidelidade ao texto original. Para mais detalhes, veja http://www.gnu.org/licenses

Imprimir

 


Jinsai.org - Vida e Obra do Mestre Jinsai

 

Copyright © Todos os direitos reservados