Home >> Ensinamentos >> Arte

 

CONSIDERAÇÕES ACERCA DO PARAÍSO TERRESTRE

 

 

Aquilo a que nos referimos como Paraíso Terrestre é, em termos mais claros, o Mundo do Belo. Teremos, assim, o embelezamento das relações pessoais, dos prédios, das ruas, dos meios de transporte, dos parques. Como ao belo coaduna-se o asseio, deveríamos ter, em escala mais ampla, o embelezamento e o saneamento da administração pública, da educação e da atividade econômica, assim como devem tornar-se mais belas também as relações diplomáticas internacionais. Raciocinando assim, percebe-se o quão a sociedade contemporânea encontra-se repulsiva. Especialmente, a beleza é excessivamente escassa nas classes baixas. A razão está em elas serem por demais economicamente desfavorecidas, fato que colabora tanto para a decadência do Ensino, quanto para a precariedade dos estabelecimentos públicos. Daí, conseqüentemente brotará também a intranqüilidade social.

Desejo tocar em particular, aqui, sobre o campo das diversões. No tangenteàs diversões, é mister a presença efusiva da Beleza. O motivo encontra-se em que não há nada que suplante a consciência do Belo na elevação da sensibilidade humana. Por isso, também, é que sempre exortamos para o exercício da Arte. Desnecessário mencionar, agora, o quanto a baixeza e a vulgaridade das Artes e do entretenimento público de hoje em dia vêm degradando o espírito do homem.

O fator primordial para a realização do Mundo da Beleza trata-se, pois, do poder econômico. Enquanto a população for pobre, é impossível mesmo sonhar com essa concretização. Para a obtenção desse poderio econômico é preciso, então, que o povo trabalhe incansavelmente, elevando sua força de produção. A condição básica para tal encontra-se, indiscutivelmente, na saúde de cada indivíduo. Nisto reside o ponto cardeal desta Igreja — a manifestação da força curativa sem-par neste mundo —, tornando-se evidente pelos inúmeros detentores de saúde perfeita que efetivamente estão sendo criados.

Portanto, deve-se dizer que esta religião recebeu, pela primeira vez, de Deus, a qualificação para estabelecer o Mundo da Beleza, sendo esse conseguimento apenas uma questão de tempo. Assim, conclamo o público a acompanhar atentamente, de hoje em diante, os movimentos de nossa Igreja, para comprovar o que digo.

 

Kyussei, nº 65 — 3 de junho de 1950

 

Imprimir

 


Jinsai.org - Vida e Obra do Mestre Jinsai

 

Copyright © Todos os direitos reservados